//Backup da Mente, Quando a Ficção e a Realidade se Confundem
Sequência de códigos

Backup da Mente, Quando a Ficção e a Realidade se Confundem

Backup da mente? Isso é possível?

E então a tecnologia e a ficção se unem e você já não sabe o que é verídico e o que é apenas história.

Pois é, o que assistimos em séries como Black Mirror e Altered Carbon está acontecendo de verdade!

Na última semana, duas notícias viajaram o mundo chamando a atenção pela forma com que a ética se tornou a parte principal de ambos projetos e também pela semelhança com episódios que podemos encontrar nas séries mencionadas.

O governo chinês está implantando um sistema nacional de avaliação comportamental com base em notas. Esse sistema irá mostrar o nível de sociabilidade de uma pessoa segundo terceiros, o quão educado você é com desconhecidos, como se comporta no trabalho ou até mesmo como você lida com o comércio, algo semelhante ao sistema do SPC, aqui do Brasil. Avaliações ruins irão implicar na perca de direitos, até então, andar de avião já é o primeiro confirmado. O projeto será chamado de “Crédito Social”.

O mais impressionante de tudo é que esse cenário é exatamente o mesmo que encontramos no episódio “Queda Livre” da série Black Mirror, em que uma cidadã começa a buscar o auto nível da sociedade através do enriquecimento da sua pontuação, impressionando as pessoas, acontece é claro que ela não contava com as atrapalhadas que viriam a seguir.

Cena do episódio “Queda Livre” de Black Mirror

A segunda notícia diz respeito a semelhança com a série Altered Carbon.

Você já pensou em fazer um backup de sua mente?

O quanto pesaria a mente de Stephen Hawking? Terabytes? Petabytes?

Essa é a proposta da startup Nectome, fazer um backup completo da mente de um indivíduo e salvar um backup de quem ele é, após isso uma técnica de embalsamento desenvolvida pela startup é realizada, para preservar o corpo, para que então ele possa ser reutilizado no futuro.

Para realizar essa técnica, porém, há um pequeno empecilho, a coleta de dados no cérebro é “100% fatal” como dito pela empresa, sendo recomendada para pacientes em estado terminal, porém isso não foi um problema para o próprio fundador Robert McIntyre, pois já garantiu que fará parte do experimento.

Tudo isso implica em uma série de perguntas éticas que devem ser debatidas. Argumentos científicos, religiosos, éticos, que seja, todos são válidos. Devemos ter o direito de viver eternamente? O quão extensa é a eternidade? E a superpopulação? O backup poderá ser implantado em androides?

Fato é, não é uma discussão para ser realizada futuramente. Tudo isso é uma realidade! Tudo isso está acontecendo agora!



The following two tabs change content below.
Analista de tecnologia educacional, especializado em Ensino a Distância. Idealizador do site ALMEIDA Soluções em Tecnologia. Amante de ficção científica e temas relacionados ao futuro da humanidade e da tecnologia. Corredor de rua e ciclista, por esporte, transporte e lazer.

Latest posts by Renan Almeida (see all)